março 26, 2005

Traz um chopp e some!

O Naun tem razão: uma das piores pragas em voga é a síndrome dos garçons universitários. Contratados por bares e restaurantes da moda, eles transmitem uma mensagem curiosa sobre estes tempos, embora eu não saiba qual é. Pensei em dizer que eles estão ali para dar status ao lugar, mas isso seria piada: universitário brasileiro dando status a alguma coisa.

A qualidade do trabalho de um garçom é quase inversamente proporcional ao seu nível de escolaridade, e não há preconceito nisso. Vou ao bar e quero uma figura invisível, que me sirva chopp, de preferência sem que eu peça. Que idéia idiota achar que o cliente quer um amigo que o sirva: “Oi, meu nome é Fabrício (acho que todos se chamam Fabrício) e eu vou estar atendendo vocês”, diz, sentando-se à mesa. “Oi, Fabrício, levanta já!”

Pensando bem, até onde a experiência permitiu verificar, esses garçons universitários estão no emprego certo. São lugares em que não se encontram chopp, filé e fritas, mas apenas chopp perfumado com rosas, filé sobre leito de folhas verdes e “nossas incríveis fries com delicioso molho de queijo e pedaços de alguma coisa”. Com tanta enrolação, merecem atendentes enroladores. Nisso devem ser bons: afinal de contas, estão na universidade.

O pior talvez seja a ironia — e a pior ironia é a do idiota, que acha estar sendo irônico, quando está apenas sendo babaca —, o pior é o sorrisinho irônico diante de um prato pedido para dividir: “Olha, nossos pratos são individuais”, diz o Fabrício, com leve sotaque paulista (Fabrícios vêm de São Paulo, eu acho). O Naun sugere a resposta: “Eu sei, Fabrício, mas vou pedir para dividir porque, ao contrário de você, que é milionário e trabalha de garçom aqui, eu quero economizar e me poupar de comer um prato inteiro dessa comidinha fresca de merda.” Podem testar; funciona.

20 Comments:

Anonymous Márcio Coelho said...

Excelente a tirada do Naun.

E como vc pode ver, o Fabrício é irmão dos operadores de telemarketing, que tb vêm todos de São Paulo (menos os da Telemar, que são baianos) e tb "vão estar falando" dessa maneira escrota com vc.

Ou, quem sabe, os operadores de telemarketing estão treinando para se tornar Fabrício, ou vice-versa...

7:12 PM  
Blogger Supernova said...

O que mais me encanta nesses lugares onde as "french fries com delicioso queijo derretido e crocantes pedaços de bacon" custam, em média, R$15, é que, quando os funcionários trocam de turnos, eles fazem questão de avisar ao cliente: "Olha, acabou o turno do Fabrício, que estava atendendo vocês. Eu, Rodrigo, ficarei no lugar deles. Qualquer coisa, é só me chamar, okay? Bom apetite! E, aliás, essa porção só serve um, tá?!"

Mari, a Supernova, só um pouquinho zangada quanto ao comentário sobre os universitários e cheia de saudades dos comentários sempre muito pertinentes do Naun! Ô, Naun...

8:53 PM  
Blogger Supernova said...

Aproveitando a deixa para reclamar que o Márcio COELHO não desejou FELIZ PÁSCOA!

Quanta baboseira... Não resisti!

8:54 PM  
Blogger Igor said...

O leito de folhas verdes vem de algum dos círculos do inferno; um bem profundo.
Por isso aprendi a cozinhar e casei - home food rules.

12:58 PM  
Blogger Ismael said...

Me lembrou aquela lenda (?) segundo a qual Fidel ouvia um crítico seu (à distância, claro) dizer que "Em Cuba até as universitárias são prostitutas". Apenas mudou a 'entonação' da idéia: Em Cuba, até as prostitutas têm nível universitário.

Muito boa sacada.

2:38 PM  
Anonymous Anônimo said...

Olá!
Se me permite indicar.... Vá ao Nova Capela, na Mem de Sá ou então ao Lamas. Garçons excelentes, serviços excelentes, comidas, boemia!
Ir ao outback ou derivados vale pra mim, por causa das sobremesas, o Thunder por exemplo.
bjo

1:48 AM  
Anonymous Pedro(pH Botafogo-306) said...

A pior coisa é quando vc começa a ir muito a um certo lugar, e o garçom começa a achar que é seu amigo. Já aconteceu comigo inclusive de um parar e me perguntar: -"Não notou nada de diferente em mim não? - não...o q há? - Emagreci 10kgs... - ah...legal(e eu me perguntando..o q eu tenho com isso?)

Aliás...um dos problemas dos brasileiros é esse...achar que todos são amigos...um dai eu ainda vou criar coragem e ser grosso só pra ver no que vai dar...

7:26 PM  
Anonymous Renatinha Fróes said...

Achei bom... Mas deu peninha dos universitários... (pq será?)

Não sei se o tal Bruno sabe, mas continuo lendo seus textos.Como esse fulano Rabin não responde minhas msgs, emails ou qualquer coisa assim,e apesar de meu nome não aparecer azulzinho, resolvi deixar um comment recheado de queijo e bacon.Ah! e: Olá, meu nome é Renata!Vai ver isso irrita o belo jornalista e ele resolve responder...
Devo confessar: os textos continuam muito bons.
beijo com carinho, e a admiração de sempre (Rê, vc não cansa!!)

12:20 AM  
Anonymous Adriano said...

E ai Bruno, tudo tranquilo? Sou seu aluno do curso da Tijuca e me amarro nas suas aulas, e agora no seu blog.
Abraços!

9:17 PM  
Anonymous Anônimo said...

Já leio há um tempo o Farsantes e acho que até seria difícil não fazê-lo, uma vez que esses são tão interessantes. Não habitam aquela área bizarra que é morada dos blogs pseudo-intelectualóides por aí.

E é impressionante como você vai ao ponto. Sempre que eu estou lendo eu fico pensando "Putz, pior que é isso mesmo" e fico rindo sozinha.

E agora chega de melação e vamos ao comentário:

Realmente me irritam esses garçons pretensiosos. Dá vontade de dizer "Dá pra você me servir e só? Não quero sua amizade nem simpatia". Eles podiam ser substituídos por robôs. Imagina o quão divertido não seria? Não sei se é porque sou uma pessoa que evita qualquer interação que não seja estritamente necessária, mas a prontidão sorridente deles me irrita!

10:13 PM  
Anonymous Anônimo said...

E desculpa o erro mongol ali... reescrevi a frase e esqueci a outra parte:

"Já leio há um tempo os textos do Farsantes e acho que até seria difícil não fazê-lo, uma vez que esses são tão interessantes."

10:14 PM  
Anonymous Márcio Coelho said...

Só pra constar, Bruno, o Adriano aí em cima é meu primo.

1:59 AM  
Anonymous Fernando Henrique said...

O pior são os graçons universitários metidos a criticos literários....e que lêem Marx ainda por cima....

Excelente seu blog. mais um texto para a posteridade bloguística.

12:24 PM  
Anonymous Fernando Henrique said...

O pior são os graçons universitários metidos a criticos literários....e que lêem Marx ainda por cima....

Excelente seu blog. mais um texto para a posteridade bloguística.

12:25 PM  
Anonymous João Paulo said...

hey cara o OQQéISSO? Ao menos um pouco de simpatia não faz mal a ninguem, aliás fica anotado q eu penso que você não se sente bem sendo servido por uma pessoa do mesmo nível que você.(ou você se acha superior a alguem?) Imagino que você gosta mesmo é desses garçons que te tratam como senhorzinho filho do dono da fazenda. Inté!

3:53 PM  
Anonymous Anônimo said...

meu amigo,esse atendimento eh normal,se vc nao gosta aprende a cozinhar,ou chama sua mae,nao pra reclamar,mas pq comida de mae nao tem outback q substitua...d qq modo,pense na situação dos universitarios,ou ele eh simpatico e ouve de vcs ou ouve de supervisores cobras largatixas caveirinhas etc.
ate concordo com a indgnação,mas so qnd eles pedem gorjeta no final como fazem os flanelinhas

12:20 AM  
Anonymous Anônimo said...

meu amigo,esse atendimento eh normal,se vc nao gosta aprende a cozinhar,ou chama sua mae,nao pra reclamar,mas pq comida de mae nao tem outback q substitua...d qq modo,pense na situação dos universitarios,ou ele eh simpatico e ouve de vcs ou ouve de supervisores cobras largatixas caveirinhas etc.
ate concordo com a indgnação,mas so qnd eles pedem gorjeta no final como fazem os flanelinhas

12:20 AM  
Anonymous Anônimo said...

Extremamente ridícula esta "preocupação" com os garçons.Parece comentário de algum tipo de sujeito retrógrado e preconceituoso, que não tolera conversar com "subalternos". Estes devem ser como escravos, submissos, prestativos, mudos e de preferência que não tragam a conta no final.Porque não fica em casa? São os garçons que não precisam conversar com vc (teria muito pouco a acrescentar a eles, coitadinho)

8:38 AM  
Anonymous Andrew said...

Veja como é fácil economizar em suas ligações

Se cadastre você também na FoneOnline para economizar em suas ligações.

As vantagens são inúmeras:

-Você recebe bônus por indicação.
-As ligações entre usuários são totalmente gratuitas.
-Você não paga minuto cheio de outras operadoras VoIP.
-A tarifação é a mesma aprovada pela Anatel: 30/6.

Eu já fiz o meu cadastro. Faça o seu cadastro também!

Clique no link abaixo para conhecer todas as vantagens da FoneOnline:

http://foneonline.com.br/?ind=40467837

3:36 PM  
Anonymous Nelson Saldanha said...

vc é muito engraçadinho, coisa e tal, mas se vc é duro e não curte comida "Com tanta enrolação"...

me pergunto... pq não vai ao Giraffas, McDonalds, Bar do Seu Manuel, onde o ovo é verde e a comida é fria ( do jeito que machu come, PORRA! )...

PELO AMOR DE DEUS... A ÚNICA VERDADE DO SEU POST É O ÚLTIMO PARÁGRAFO, ONDE VC FALA DE VC!

3:13 PM  

Postar um comentário

<< Home