fevereiro 19, 2005

Escolhas

Amigos da farsa;

Já mochilaram alguma pela Europa? Estou planejando mochilar durante minhas férias, mas nunca pensei que organizar tudo fosse tão difícil. Aliás, pra dizer a verdade, nunca enfrentei um número tão grande de escolhas em tão pouco tempo: devo investir em profundidade (passando bastante tempo em poucas cidades), ou em lateralidade (visitando muitos lugares, mas ficando por pouco tempo em cada um deles)? Devo ir de uma cidade a outra de avião, ou devo viajar de trem? Devo levar minha câmera digital, ou devo trazer comigo a de estimação, que é manual?

Coro: Tantas escolhas!, tantas escolhas!, tão pouco tempo! (acabei de assistir ao Poderosa Afrodite)

Tenho que confessar, no entanto, que o pior de todos os dilemas é a escolha do livro que me acompanhará na jornada. Fiz uma seleção prévia e arrumei os candidatos numa pilha em cima da mesa do quarto. Primeiro, eliminei tudo que tinha capa dura – as obras completas do Oscar Wilde, “Paidéia”, do Werner Jaeger (alguém já leu algo mais maravilhoso?), um volume das obras completas do Borges. Decidi então que levaria um romance – tirei da pilha um livro do Voegelin, o “Jews and Islam”, do Bernard Lewis e... fiquei com o “Complexo de Portnoy”, do Philip Roth. Não sei se a escolha foi boa, mas é a vida neste meu lugar. E como dizia Santayana (attention please: momento erudição barata!), “a vida não é nem um espetáculo, nem um banquete – é um dilema” (tirei a frase daqui. Aproveitem e leiam o post todo).

Mas enfim - depois de vários papéis amassados, algum sangue, muitas lágrimas e dor de cabeça, tomei as seguinte decisões:

Câmeras: what the heck! – a manual e a digital.
Livro: “O Complexo de Portnoy”, do Philip Roth.
Cidades: Madrid, Toledo, Barcelona, Roma, Florença, Berlim, Amsterdam e Paris (nessa ordem, mas não exatamente nessa ordem).
Remédios: Tylenol, Adnax, Singulair, Claritin D, Rinosoro, algum antibiótico (não lembro do nome), e um colírio (não tenho óculos escuros - going to Amsterdam, baby (just kidding!)).

O que acham?

6 Comments:

Blogger Supernova said...

Band-aids, Band-aids...

Sempre os esqueço, sempre me fazem falta...

Agora são os primeiros da lista de qualquer viagem! Lista pré-pronta:

1 - Band-aids!
2 - ...

Hum... Para mochilão, nada de tênis-novo-custei-500-reais-e-sou-feito-para-longas-caminhadas! Aquele velho, surrado e sujo é o melhor!

Ah! Como poderia esquecer! Uma foto de quem se gosta para as horas de saudades!

Gute Reise! Dê um beijo na Alemanha por mim! Diga-a que eu volto. Um dia... Eu volto!

Beijos

2:44 PM  
Blogger Márcio said...

Caraca, tô planejando um mochilão tb! Eu e a Nanda vamos em maio. Quando vc vai? Julho? Vamos ficar 30 dias e vamos levar a câmera digital... O roteiro tem algumas semelhanças... O nosso é: Paris, Amsterdã, Munique, Viena, Veneza, Roma, Florença, Zermatt (Suíça), Barcelona, Sevilha e Madri.

9:41 PM  
Blogger Márcio Guilherme said...

Mariana, a dica foi boa, mas infelizmente não lembrei dos band-aids. E Marcio, a jornada de 38 dias começa na sexta-feira, dia 25, quando pego um avião daqui de Chicago (estou nos Estados Unidos a trabalho) para Paris, meu primeiro destino na Europa.

Um abraço;
Márcio Guilherme.

12:47 AM  
Blogger rafael caetano said...

Eurabia: The Euro-Arab Axis, de Bat Ye'Or. :-)

9:29 AM  
Anonymous puta q o pariu said...

o teu lance é dar a bunda. seu viado escroto

2:13 PM  
Anonymous Anônimo said...

For travellers:
Business travel agency, family cruises, international air travel, india travel tourism

1:42 PM  

Postar um comentário

<< Home